top of page

QUEIXAS ÁLGICAS EM PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DA UNIDADE DE PROCESSAMENTO DE MATERIAIS ESTERILIZADOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Aline Kércia Dias Dominice
Aurean D’Eça Junior
Beatriz Carvalho Pereira Sousa
Fernanda Beatriz Fróz de Oliveira
Layza de Paula Gusmão Silva
Luisa Eduarda Fróz Bezerra
Nádia Alessa Venção De Moura
Samuel Sousa Alencar
Thamires Pinto Cavalcante
Thayllon Wesley da Silva Barreto
Poliana Pereira Costa Rabêlo

DOI: 10.46898/rfb.9786558893639.17

Presentación

Ao longo dos anos, o conceito sobre dor ultrapassou a teoria e passou a se fazer presente na vida do ser humano, causando prejuízo aos trabalhadores. Não obstante dessa realidade, encontram-se os profissionais de Enfermagem que trabalham na unidade de processamento para materiais esterilizados, onde causa desgaste físico, mental e queixas de dores frequentes. Esse estudo objetiva relatar a experiência dos acadêmicos de Enfermagem em uma central de materiais e esterilização de um hospital universitário e o desenvolvimento de dores osteomusculares nos profissionais do setor.

Fecha de publicación:

16 de novembro de 2022 23:46:17

Gostou? Comente!
Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Agrega una calificación
Partagez vos idéesSoyez le premier à rédiger un commentaire.
bottom of page