top of page

ALFABETIZAÇÃO, LETRAMENTO E ENSINO REMOTO: ASPECTOS TEÓRICOS E PRÁTICOS

Emanuella Silveira Vasconcelos
Hellen Cris de Almeida Rodrigues

ISBN: 978-65-5889-142-0
DOI: 10.46898/rfb.9786558891420

Presentación

O livro, Alfabetização, Letramento e Ensino Remoto: aspectos teóricos e práticos, reúne discussões referente às propostas de alfabetização e o letramento desenvolvidos na Educação Básica. Em contextos de Ensino Remoto que estão sendo executadas nos diferentes rincões do Brasil, durante a pandemia que temos enfrentado. Apresenta relatos de professores, especialmente os que atuam com o processo de ensino e aprendizagem da língua escrita. Entende-se que este é um material que contém intervenções de sala de aula, realizadas no âmbito de investigações acadêmicas e pode trazer benefícios para a sociedade em geral.
Objetivou-se a partir do compartilhamento de experiências, a reflexão de diferentes estratégias de alfabetização e letramento, desenvolvidas por diferentes sujeitos do território brasileiro em um contexto de Ensino Remoto, comum a todos.  O livro é composto por 12 capítulos que discutem aspectos teóricos e práticos, de práticas de alfabetização e letramento na Educação Básica.
O primeiro capítulo busca refletir sobre estratégias interventivas online utilizadas pela Equipe Especializada de Apoio à Aprendizagem de uma escola pública do Distrito Federal, Brasília, em relação aos estudantes com dificuldade no processo de alfabetização. Em seguida, no capítulo dois, são apresentadas reflexões sobre o trabalho remoto. Isto é, dificuldades e adaptações, a partir das experiências de professoras em uma escola municipal em Santana do Ipanema.
Na tentativa de problematizar a efetividade de práticas de alfabetização desenvolvidas no Ensino Remoto, os autores, no capítulo três, discutem teoricamente os processos de aprendizagem no atual contexto durante as aulas online e seus desdobramentos, no âmbito da alfabetização no Ensino Remoto. Contribuindo para a discussão, no capítulo quatro, as autoras, discorrem sobre os impactos da pandemia do novo Coronavírus para a alfabetização, a partir da experiência de uma professora da rede municipal em Santana do Ipanema, no interior do Alagoas.
No capítulo cinco, os autores relatam o processo de Ensino Remoto na visão de uma estudante do sexto ano do Ensino Fundamental de uma escola particular, com o objetivo de compreender sua percepção quanto ao cenário em que está inserida e os entraves que possam vir a ter em seu caminho de aprendizagem. No capítulo seis, são apresentadas reflexões a fim de verificar de que maneira os professores da educação inclusiva têm lidado com as atividades remotas, nas turmas de alfabetização em tempos de pandemia, em relação aos processos de ensino e aprendizagem, em contexto de Ensino Remoto.
Abrindo a sequência de experiências práticas, o capítulo sete apresenta um relato de experiência sobre o uso e compartilhamento de histórias e livros no formato digital (ebooks, PDFs, vídeos, audiolivros e Podcasts) para a construção de vínculos entre crianças, suas famílias e a escola, sem perder de vista a importância do letramento na Educação Infantil. Posteriormente, no capítulo oito, apresenta-se um relato referente ao letramento e alfabetização, a partir de intervenções realizadas com o uso do nome próprio com alunos da Educação Infantil (ED) em uma turma da Rede Municipal de Fortaleza (Ceará) no contexto de aulas remotas.
A partir da reflexão sobre alfabetização e letramento de crianças, em meio à crise pandêmica de COVID-19. E, no capítulo nove, os autores apresentam uma proposta metodológica de ensino a partir das cantigas populares, baseada na Sequência Didática (SD) proposta por Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004). Posteriormente, no próximo capítulo, apresenta-se uma possibilidade de atividade interativa, no processo de alfabetização matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com a utilização de atividades criadas pelas professoras. Contando com o suporte tecnológico de um site denominado Liveworksheets, tendo como base a própria atuação das autoras nas atividades de Ensino Remoto executadas durante a pandemia do Coronavírus.
O penúltimo capítulo, tem como objetivo de estudo, apresentar reflexões e discussões sobre a Educação de Jovens e Adultos – EJA no Ensino Remoto em um contexto de letramento. Usando como base os dados da pesquisa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em parceria com o Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente da Universidade Federal de Minas Gerais, (GESTRADO,UFMG) sobre o trabalho docente por meio do ERE.
Como fechamento da obra, somos brindados com o capítulo doze. Através da etnografia virtual, foi usada como processo metodológico de análise das dificuldades identificadas, em professores de Educação Física na adoção de novas práticas. São apresentadas reflexões, resultantes do acompanhamento de um aluno diagnosticado com autismo, durante a mediação de atividades de letramento no Ensino Remoto. 
Desejamos que as discussões e propostas apresentadas nesta obra, possam colaborar de maneira teórica e prática, no âmbito educativo que vivenciamos, durante a pandemia que enfrentamos. Boa leitura a tod@s!
As Organizadoras

Fecha de publicación:

9 de agosto de 2021 22:23:34

Gostou? Comente!
Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Comparte lo que piensasSé el primero en escribir un comentario.
bottom of page