top of page

A REPRESENTAÇÃO DA EDUCAÇÃO FEMININA ATRAVÉS DA MORAL CRISTÃ DURANTE O SÉCULO XIX NO BRASIL

Pesquisas em Temas de Ciências da Educação

Marliane Porfirio da Silva.
Kilza Fernanda Moreira de Viveiros.

DOI: 10.46898/rfb.

44991b77-7e85-475e-be88-c7908bd9743e

Sinopse

A representação da educação feminina através da moral cristã durante o século XIX no Brasil é o fundamento desta análise. O estudo examina como a moral cristã influenciou a forma como a educação das mulheres era vista e desenvolvida na época. As normas e valores cristãos moldaram a percepção de que as mulheres deveriam desempenhar papéis predominantemente domésticos, com ênfase na modéstia e obediência.
Essa representação limitou o acesso das mulheres à educação formal e enfatizou ensinamentos religiosos e virtudes morais, muitas vezes relegando o desenvolvimento intelectual a um segundo plano. Através de pesquisas bibliográficas, foram utilizados escritos de estudiosos como Chartier para fornecer subsídios teóricos e metodológicos para uma análise aprofundada.
Essa investigação também confronta a compreensão religiosa e patriarcal que permeava a sociedade da época, desafiando esses conceitos e buscando uma compreensão mais crítica e abrangente da educação feminina no Brasil durante o século XIX.
Ao examinar essa representação, o estudo contribui para a historiografia da educação, especialmente no que diz respeito à educação feminina no contexto brasileiro. Ele destaca as restrições enfrentadas pelas mulheres na busca do conhecimento e apresenta a importância de uma abordagem mais inclusiva e equitativa da educação de gênero no presente e no futuro.

Data de submissão:

18 de maio de 2023 00:24:13

Data de publicação:

30 de maio de 2023 14:59:42

Gostou? Comente!
Rated 0 out of 5 stars.
Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page